David Rangel

Radialista, hoje pode ser ouvido como comunicador nas manhãs das 10 as 12h na Rádio Manchete com o programa David Dá Show. É o autor de personagens muito divertidos, como Lilí Rodoviária, Padre Que Azedo e Zé Cremente.

RR: Como você começou em rádio?
DR: Em 1989, na Rádio Sucesso FM – Friburgo, através de um grande amigo, Erlinto Pinheiro, da Rádio Friburgo AM. Ele é conselheiro do Sindicato dos Radialistas até hoje…

RR: Qual o caminho que percorreu?
DR: Sucesso FM/Friburgo – 94 FM/Cordeiro – Caledônia FM/Friburgo – Rádio Sociedade de Friburgo AM – Rádio Tupi FM/Rio – Rádio Nativa FM/Rio – Rádio Tupi AM/Rio – Rádio Globo AM/Rio e atualmente Manchete AM/Rio e TV Bandeirante “Jogo Aberto Rio”.

RR: Você sempre foi e sempre quis ser locutor?
DR: Depois dos dezoito anos sim. Antes não fazia idéia do que queria ser na vida…até que o Rádio me encaminhou.

RR: Teve alguém que te influenciou a escolher ?
DR: Não exatamente. Acredito que por ter trabalhado muito no comércio, com meus pais, acabei sendo comunicador desde pequeno. No comércio, se a pessoa não sabe se comunicar, não vende. Sempre fui muito expansivo, o que me ajudou bastante.

RR: Você faz imitações de personagens, como começou isso?
DR: Logo na adolescência, de brincadeira, no colégio, com os amigos e amigas…

RR: Quais são os personagens que mais fazem sucesso na Rádio ?
DR: Personagens? Não são personagens, eles existem. A Lili Rodoviária e o Padre Que Azedo.

RR: Como é o seu programa na Rádio Manchete ?
DR: No David dá Show primamos por informação, prestação de serviços e diversão, com boa música.

RR: Conte um momento inesquecível da sua carreira.
DR: Quando meu pai passou a ser meu ouvinte.

RR: Motivo de orgulho?
DR: Meus filhos talentosos e profissionais que consegui encaminhar. Quando olho para trás, depois de 22 anos de profissão, acredito ter ajudado a alguns deles.

RR: Motivo de arrependimento?
DR: Não ter jogado mais vôlei. Joguei por oito anos, profissionalmente dois.

RR: Um lugar especial do Rio de Janeiro para você?
DR: Ricardo de Albuquerque…pelas lembranças de infância, casa da vovó, dos tios…isso a gente nunca esquece.

RR: Atualmente no rádio carioca, quais comunicadores você mais admira?
DR: Francisco Barbosa, Luis Ribeiro, Antônio Carlos, Clóvis Monteiro, Wagner Menezes, Gilson Ricardo, Mário Esteves e claro, meu irmão querido, José Carlos Araújo. Claro que eu devo ter esquecido de uma porção de bons profissionais, perdoem-me.

RR: O que você poderia dizer para aquela pessoa que sonha em ser locutor ?
DR: Esteja apaixonado pelo que faz e procure “gostar de gente”!
Afinal, fazemos rádio pra pessoas, (gente), que com suas frustrações. dificuldades, alegrias e necessidades são o verdadeiro combustível para que possamos nos empenhar em fazer sempre melhor!

 

 

 

COMMENTS

  • JOÃO A. V. PARENTE

    DAVID COM SUAS TARDES MARAVILHOSAS ME FEZ SAIR VARIAS VEZES DA SOLIDÃO, POIS TRABALHO SOZINHO EM MEU ATELIER O DIA INTEIRO, TANTO O PROGRAMA ALEGRIA ALEGRIA AO MEIO DIA , E O DAVID DA TARDE NA ME AJUDARAM MUITO ,POIS SÃO PROGRAMAS COM CONTEUDO LEVE , E TUDO QUE A POPULAÇÃO PRECISA POR FAVOR NÃO DEIXE DE SER COMO ÉS , UM GRANDE ABRAÇO DE MAIS UM OUVINDE FANÁTICO SEU

  • Paulo ribeiro

    Foi uma surpresa saber que o Davi saiu da globo, agora que descobri o seu paradeiro é mais um ouvinte que você ganhou.
    ABS e que Deus lhe abençoe

  • jomar dias ferreira

    david, é sem dúvida um grande comunicador.

  • Paulo Marinho

    Na minha coluna sobre rádio, no jornal Povo, sempre faço referencia ao excelente programa que David Rangel conduz na Manchete. Aliás, Luiz Carlos Silva quem me alertou sobre a categoria dele.
    abs

  • Paulo Henrique

    David…És um grande ícone e um grande exemplo para mim que estou começando na área do Jornalismo. Grande abraço, muita saúde e sucesso!

  • David Rangel

    Obrigado Beatriz…acho realmente que tem que ser assim! Beijos!

  • Beatriz Chacon

    ” Esteja apaixonado pelo que faz e procure ‘gostar de gente’!” Com certeza esta é a melhor receita. Identifiquei-me com a resposta, pois acredito que ‘gostar de gente’ é o primordial. Principalmente para um comunicador. Parabéns pela trajetória.

Leave a Comment