Para Onde Caminha o Rádio da Flórida!


De todas as regiões dos Estados Unidos a que mais concentra brasileiros é a Flórida, principalmente pelo clima, pela proximidade com Brasil pelos latinos que aqui residem. Há mais de 40 anos que também venho a Flórida, mas por outros motivos. Tive parentes do meu lado americano aqui moravam desde os anos 60, foi na Flórida que morei de 1972 a 1975 quando aqui estudei e me formei. Até hoje tenho um amigo-irmão que nos recebe todos os anos em Fort Lauderdale, uma cidade linda, leve e solta que ainda não está infestada de brasileiros embora Aventura (ao sul) e Pompano e Deerfield Beach (ao norte) já estejam. Desde pequeno sou ouvinte e sempre fui fã das rádios daqui.
No entanto na viagem deste ano fiquei um pouco decepcionado com as rádios de South Flórida, especialmente na região de Miami/Fort Lauderdale. A grande maioria optou pelos formatos latino, country e (pasmem) evangélico!!! Isso fica claro na tabela abaixo! Pelo visto, o sincretismo religioso não e um privilégio do Brasil!

Clique aqui e acesse a tabela

Outra que me decepcionou foi a tradicionalíssima rádio rock de South Flórida, a SHE 103,5 (WSHE). Nos anos 70 esta rádio era uma refêrencia de rádio rock! Hoje em dia toca uma mistureba rala…. músicas como Vacation das GoGo’s! Um horror! O LAM ficaria com vergonha!
Além disso, a Clear Channel acabou com a Love 94 uma das melhores rádios Easy Listening (Adulta Contemporânea) que já conheci. Percebendo a lacuna no mercado a Cox Media Group logo criou a Easy 93, que é boa mas, não tão boa quanto a Love 94 que tinha uma pitada de New Bossa Brasileira com Bebel Gilberto, Bossacucanova e outros.
Mas o quadro aqui não é tão trágico como no Brasil, especialmente no Rio. Algumas ainda rádios se sobressaem pegando carona nas músicas dos produtores blacks daqui. O Hip Hop domina, cria filhotes e evolui. Como no Brasil, nas redes da Mix e Jovem Pan, o Hip Hop é a base das programações das rádios Sucessos (Hits, CHR – Current Hits Radio ou Top 40, como queiram). Entre elas a minha velha e querida Y-100 (WHYI), que era a rádio que eu ouvia quando estudei aqui e da qual tirei algumas ideias para Rádio Cidade! Boa parte das músicas da programação da Y100 também tocam na Mix e Jovem Pan aí no Brasil. Mas a mistura, o molho e o delivery da Y100 continuam a ser infinitamente melhores que a da grande maioria das rádios brasileiras.
Mas, com disse, a música black criou filhotes, além da Hot 105 de Coral Gables que toca R&B, a grande sensação e a rádio preferida do meu amigo Fernandinho DJ, a 99 JAMZ, que é uma das três rádios que a filha deste meu amigo-irmão ouve. A 99 JAMZ faz um formato novo e que funciona muito bem. A garotada gosta a ponto de dividir com a Y100 e a Q96 nas teclas de memórias dos rádios de carro. Faz um mistura de Hip Hop de rua com black americano moderno na medida e sem farofa!
Assustador mesmo é a força das rádios (que chamo de) “genoma”. Na Best Buy e em outras lojas é impressionante como as pessoas perguntam se este ou aquele device (seja móvel ou fixo) tem acesso a Pandora! Aos poucos a Pandora está tomando conta do entretenimento auditivo nos EUA!
Ah… e no Natal e Ano Novo muitas residências ouviram os canais especiais de Natal e Ano Novo da Comcast/XFinity (alô Rui Taveira).

por Carlos Townsend
Janeiro/2013

COMMENTS

Leave a Comment